Passar para o Conteúdo Principal Top
Voltar ao início

O que é GOP+Jovem 2019?  

Explorar imagem

Feira Medieval em Canelas

Âmbito

Integração Intergeracional

Proponente

Henrique Lopes

Data Submissão:

14-03-2019

O evento Canelas Medieval dura três dias e tem como palco a vila de Canelas e como atores centenas de alunos (do pré-escolar ao ensino secundário), professores,

encarregados deeducação, funcionários, elementos da autarquia e da comunidade local. Porém, é um projeto abrangente e complexo, que exige um longo período de preparação e desenvolvimento, mobilizando ações em diferentes áreas: - investigação e pesquisa com vista à (re)criação de textos, figurinos (confeção dos trajos por elementos da comunidade local), cenários e adereços; - logística associada à montagem do palco, lojas, tabernas e oficinas; hortas e estábulos; tendas; largos e praças, onde atuam saltimbancos, mimos e fantoches, onde decorrem espetáculos de fogo e dança; campos de batalha, onde se defrontam exércitos inimigos; caminhos onde desfilam personagens de época; - ensaios com vista à encenação final de peças musicais e teatrais, danças e cantares, teatros de rua, batalhas; - criação de oficinas experimentais; - edição do jornal Canelas medieval; - trabalho em rede, que prevê o envolvimento de professores de todos os ciclos, alunos de diferentes faixas etárias e ciclos de escolaridade, funcionários, autarquia e comunidade local; - reuniões para estabelecimento de parcerias, protocolos, contratos (com empresas de animação, restauração – taberneiros –, aluguer de equipamentos).

OBJETIVOS: A grande motivação é a recriação histórica; porém, pelo seu caráter eclético, o projeto agrega em si um conjunto de objetivos de base cultural, artística, cívica e inclusiva (agregadora e integradora), que ultrapassam a dimensão histórica. Na sua abrangência, o projeto - mobiliza e reforça aprendizagens (formais e informais); - proporciona a vivência da cidadania e a formação integral de crianças e jovens; - promove o trabalho de equipa, a partilha e a entreajuda; - valoriza o trabalho e o estudo; - (re)aproxima as famílias da escola (associações de pais/encarregados de educação); - envolve e aproxima as comunidades educativa e local (ligando-as numa simbiose normalmente difícil de presenciar em contexto escolar); - facilita o estreitamento de ligações (parcerias e trabalho colaborativo) entre autarquia e escola; - contribui para o desenvolvimento do comércio local; - divulga a freguesia, dentro e fora dos seus limites geográficos. Em suma, este evento agrega em si os diferentes atores escolares e locais e permite (re)posicionar, num mesmo friso, as várias gerações que constituem essa comunidade.

DEFINIÇÃO DE METAS: - Edificação de uma Escola formativa e integradora: O projeto reconstrói a escola ao ar livre, uma escola viva e dinâmica, que se multiplica em salas de aula sem paredes, sem carteiras, mas onde as aprendizagens se realizam e podem ser vivenciadas pelo coletivo; uma escola que se apresenta formativa e integradora. - Edificação de uma escola cívica, humanizada e inspiradora O projeto permite que se abram as portas da escola-meio para receber o passado, reinventando-o à luz de um presente consciente, que olha e interpreta a sua história, tornando-se melhor e acreditando, sobretudo, ser capaz de projetar um futuro mais inspirador e mais humanizado. - Edificação de uma escola inclusiva e agregadora de espaços, tempos e pessoas: O projeto facilita o envolvimento dos diferentes atores educativos (alunos, professores, funcionários, família) e locais (autarquia, comerciantes, residentes). A escola sai à rua e envolve as famílias, mesmo aquelas que, geralmente, assumem um papel menos ativo ou de alguma marginalidade. A participação dos alunos implica a aproximação dos pais, até dos “mais difíceis de alcançar”. A escola sai à rua e envolve a comunidade local, que ajuda na afixação de cartazes, na distribuição de flyers, na publicação do jornal Canelas Medieval, na montagem de estruturas e tendas e na exploração de tabernas.

PÚBLICO-ALVO: O público-alvo e, simultaneamente, os protagonistas deste evento são as crianças e alunos, professores e funcionários (são eles que sobem aos palcos de todas as artes e são eles que dinamizam as oficinas experimentais), mas, ainda, os encarregados de educação e a comunidade local. CUSTO DA PROPOSTA: O projeto está orçamentado em 20.000 euros

TEMPO NECESSÁRIO PARA A IMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO: A preparação do projeto inicia-se a 01 de outubro e culmina no último fim de semana do mês de maio, com os três dias da Feira Medieval.

Voto por SMS
Caso não esteja registado:
Envia um SMS para 4902 com o texto GOP p6 [NºBI] [Data Nascimento] Aceito
Exemplo: GOP p6 123456789 19801203 Aceito
A data de nascimento deverá estar no formato AAAAMMDD (ano, mês, dia)